Histórias da Ditadura

Hoje na Imprensa

07
jun
2017

História, cotidiano e memória social


Por Paulo César Gomes | História da Ditadura

 

 

A revista Estudos Ibero-Americanos, da PUC-RS, publica um dossiê sobre História, cotidiano e memória social nas ditaduras do século XX, organizado pelas historiadoras Janaína Cordeiro e Livia Magalhães, professoras do departamento de História da Universidade Federal Fluminense.

Os artigos reunidos no volume têm como objetivo refletir sobre o cotidiano como objeto da historiografia dos regimes de exceção ao longo do século XX. De acordo com as organizadoras, o dossiê concentra-se na discussão das seguintes questões: “Como podemos elaborar uma reflexão sobre os fatos banais da vida daqueles que não se sentiram concernidos por tais regimes, os quais tinham como base o terror de Estado e a disseminação do medo? Como se davam as reivindicações de uma ‘existência normal’ em conjunturas excepcionais, de violência política e de ditaduras?”

Os temas relacionados à chamada História do Cotidiano já vêm sendo discutidos pelas pesquisas históricas desde o anos 1970. No entanto, apenas recentemente a maneira como regimes autoritários afetaram a vida dos indivíduos não diretamente envolvidos nos embates políticos vem sendo objeto de estudos aprofundados. A reunião de artigos apresentada pela revista Estudos Ibero-Americanos evidencia a pertinência de incluir tais temáticas não apenas nos debates acadêmicos, mas de considerá-las como elementos capazes de reconfigurar as memórias construídas por sociedades que viveram regimes de exceção.

Acesse a revista gratuitamente: Revista Estudos Ibero-Americanos