Histórias da Ditadura

Hoje na Imprensa

23
mar
2017

Leila Diniz, a jovem que contestou o machismo nos anos 60.

A atriz fluminense Leila Roque Diniz morreu cedo, aos 27 anos de idade. Porém, sua curta trajetória foi marcante o suficiente para que ela se tornasse a jovem símbolo da revolução feminina no país.

Ainda hoje, os posicionamentos da artista são recordados como fundamentais para a quebra de alguns tabus e na mudança da sociedade do final da década de 60 e início da década de 70, ainda fortemente marcada pela aceitação do machismo e do sistema patriarcal.

Leia mais: Catraca Livre