Histórias da Ditadura

Hoje na Imprensa

15
jan
2018

Notícia | Morte de coronel em Canoas durante a ditadura é reconhecida como crime político e ideológico

A decisão é resultado de uma ação civil pública, movida pelo Ministério Público de Federal contra a União, solicitando que a versão oficial para a morte de Alcântara fosse retificada. O inquérito interno realizado na época apontou que o coronel foi morto a tiros na sala do major brigadeiro Nélson Freire Lavanere-Wanderley. Segundo essa versão, o major agiu em legítima defesa, uma vez que Alcântara teria atirado primeiro. O major brigadeiro foi absolvido.

Leia mais: Portal G1

Leia mais notícias: Hoje na Imprensa