Histórias da Ditadura

Hoje na Imprensa

25
set
2017

Notícia | As memórias da guerrilheira que sequestrou um avião e foi para Cuba

Em 1970, aos 29 anos, Marília Guimarães, codinome Miriam, participou de uma das mais ousadas ações dos grupos da luta armada brasileira durante a ditadura civil-militar instalada em 1964. No dia 4 de janeiro daquele ano, Marília, acompanhada dos filhos Marcello e Eduardo — então com 3 e 2 anos, respectivamente — participou do sequestro de um avião da companhia Cruzeiro do Sul, que partiu de Montevidéu, no Uruguai, com destino ao Rio de Janeiro, mas acabou desviado para Havana, capital de Cuba.

Leia mais: Jornal O Globo

Leia mais notícias: Hoje na Imprensa