Histórias da Ditadura

Referências

Autor

Diego Knack

Título

O combate à corrupção durante a ditadura militar por meio da Comissão Geral de Investigações (1968-1978).

Formato

Dissertação

Palavras-chave

Corrupção, Comissão Geral de Investigações, UFRJ, 2014

Sinopse

 Além da motivação anticomunista, o argumento do combate à corrupção foi uma das principais chaves utilizadas pelos promotores do golpe de 31 de Março de 1964 para justificá-lo. A partir de então, o tema do enfrentamento da corrupção permaneceu em destaque na ação do regime militar, como parte da propalada “obra moralizadora da Revolução”. Uma das ações nesse sentido foi a criação da Comissão Geral de Investigações (CGI) pelo decreto-lei 357, de 17 de dezembro de 1968. A CGI e suas seções estaduais, as subcomissões gerais de investigações, chamadas SCGI, atuaram até 1978 e formaram o “sistema CGI”, que funcionava como uma espécie de tribunal de exceção que visava punir os políticos tidos como corruptos com o confisco de seus bens. Esta dissertação é uma abordagem primeira dos documentos remanescentes do sistema CGI, em grande medida ainda desconhecidos para a historiografia. Contém uma breve reflexão a respeito do imaginário social sobre o tema da corrupção no Brasil e  sobre o papel exercido pelo discurso moralista anticorrupção durante o regime militar. Inclui também uma análise sobre as lógicas de funcionamento e punição empregadas na ação do sistema, com ênfase nos processos movidos contra ex-presidentes da República.

Classificação
[Total: 0    Média: 0/5]

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *